Resenha #20: Ainda não te disse nada - Maurício Gomyde

, em sábado, 17 de dezembro de 2011 ,
Bookmark and Share

Editora: Porto 71
Páginas: 231
Ano: 2011

Sinopse (Skoob):
"Ninguém mais escreve cartas hoje em dia", Marina pensava. Até que um dia uma caiu em suas mãos por engano e mudou o rumo de sua vida. Levou-a ao lugar que ela sempre sonhou. E a conhecer o amor do jeito que nunca imaginou, da forma mais improvável do mundo...


Marina Albertini vem de uma família italiana e seu pai tem uma padaria, da qual quer que todos os filhos participem; mas Marina não quer ser padeira, ela quer é trabalhar com moda, ser estilista famosa.
Para realizar seu sonho, a personagem se muda para São Paulo e trabalha nos Correios enquanto estuda. O trabalho serve para ajudá-la a se manter na cidade grande e pagar seus estudos, sendo somado com a ajuda que o pai sempre manda.

“Nunca havia sido o sonho de Marina trabalhar numa agência dos Correios.
Ela não queria levar e trazer histórias.
Queria ser uma história...”

Marina tem uma amiga no local de trabalho, a D. Jane, que já está perto de se aposentar e reclama muito da internet: que as pessoas deixaram de escrever com aquela emoção de quando as cartas eram escritas de próprio punho.
Além da senhora, tem as amigas da faculdade: Thaís – é escritora com um livro publicado e trabalhando no segundo – e Francesca – que trabalha como corretora de imóveis para sustentar Ciça, sua filhinha.
Há também Seu Patrício, o atendente idoso do Café da Livraria por onde Marina passa todos os dias depois do trabalho e antes da faculdade. É nesse espaço que ela trabalha em seus desenhos de moda, copiando modelos das revistas que folheia e não leva para casa.

Por ser uma jovem muito bonita, Marina escuta muitas cantadas na rua e acha graça delas, mas não lhes dá atenção. Assim como não liga para as cantadas baratas de Otavinho, seu vizinho de 15 anos, que mora com a avó. Mais difíceis de resistir são as cantadas de Luca, professor de fotografia na faculdade.
O educador tanto insiste – e as amigas dão força – que Marina termina por sair com ele e se envolve com o homem. Luca é um galanteador nato, que sabe exatamente o que fazer em cada momento...

Nesse meio tempo, Marina conhece Julia, uma jovem que ainda escreve cartas a mão. Essa jovem mantém o site O Anjo Carteiro e desenvolve um trabalho de ghost-writter em que, contratada pela família de pessoas idosas, escreve como se fosse alguém do convívio do idoso quando jovem.
Chega uma carta e Julia não aparece para buscá-la, então Marina fica com o objeto e termina por lê-lo. Nisso ela acaba por se envolver com Heitor, o senhor com o qual passa a se corresponder, e vai se apaixonando pelas palavras lidas a cada carta trocada.

O livro é fofo! Uma história com muito romance que traz ao presente o costume dos enamorados de trocarem cartas de amor enquanto não podiam se ver.
“Ainda não te disse nada” se passa em dois lugares: temos São Paulo, onde Marina vive, e a cidade do Porto em Portugal, de onde vêm as cartas de Heitor. Além disso, fazemos algumas visitas a São Pedro da Serra, cidade natal de Marina.
Ai ai... Nem sei mais o que dizer...
Leiam!

Para quem se interessar, o livro é vendido diretamente pelo autor, tanto físico quanto em e-book. Para adquiri-lo acessem  http://www.mauriciogomyde.com/p/contato.html e falem diretamente com o Maurício.


Camila Araújo

Nenhum comentário :

Postar um comentário