#134: Sem Deixar Rastros - Myron Bolitar #03 - Harlan Coben

, em sexta-feira, 8 de março de 2013 ,
Bookmark and Share


Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2012

Sinopse (Skoob):
Myron Bolitar parecia destinado a uma carreira de sucesso na NBA quando uma lesão no joelho o afastou das quadras para sempre. Porém, 10 anos depois, o agente esportivo e detetive particular com passagem pelo FBI está de volta ao jogo - não para cumprir seu destino como astro do basquete, mas para desvendar mais um mistério. 
O ídolo dos Dragons de Nova Jersey, Greg Downing, maior adversário de Myron na época da faculdade, desapareceu sem deixar rastros pouco antes das finais do campeonato nacional. À frente do caso, com a ajuda de seus dois fiéis escudeiros, Win e Esperanza, Myron trabalhará infiltrado entre os jogadores para tentar obter informações capazes de levar ao paradeiro do antigo rival, com quem também competiu pelo amor de uma mulher.


Sem deixar rastros é o terceiro livro da série Myron Bolitar (resenhas anteriores aqui e aqui), de Harlan Coben e eu tenho adorado bastante os livros. Sem contar que já me apeguei totalmente aos personagens. Eu e a San até brincamos que somos o Myron e o Win. =P
Bem... Todos sabem que Myron tinha um potencial enorme para ser um grande jogador de basquete, ele tinha o dom, mas uma lesão horrenda no seu primeiro jogo pela NBA o tirou das quadras profissionais para sempre. Ou quase.
Quando seu “arqui-inimigo” desde os tempos do colégio some e deixa o time profissional para o qual joga na mão pouco antes das finais nacionais, o dono do time chama Myron. E propõe que ele volte às quadras durante a investigação para que a notícia do sumiço não caia na mídia e para que Bolitar possa investigar o pessoal do time sem dizer que está investigando.
É aí que o meu querido representante esportivo/investigador particular vê a chance de realizar seu grande sonho e, apesar de não estar em plena forma e de não ter o apoio dos amigos (fiquei meio revoltada com o Win por ele ter dado uma sumida =/), embarca na ideia.
O resto é história...

Dos três livros, Sem deixar rastros é o mais lento, ou melhor, o menos empolgante. Porém ele mexeu comigo, por causa de umas coisas que o Myron descobre sobre seu próprio passado, fatos que ele achava terem ocorrido por um motivo e foram por outros e o que ele descobre me deixou com pena.
Mas aí nós temos o Win para alegrar a parada. rs Quer dizer, é nesse momento que vemos que o Win é realmente o melhor amigo do Myron (BFF mesmo! =P).
Ah... Vão ler e tirar suas próprias conclusões! =D

Nota: 5/5.

Nenhum comentário :

Postar um comentário